Posted byTrunkael | Marcadores: , | às 12:20 |

Me lembrei de um dos alforismos de Baltasar Gracian em "A Arte da Prudência": "Permita-se pequenos deslizes" (ou algo parecido). Ele insita-nos a cometer pequenos erros e cultivar pequenos defeitos, por que tudo que é bom demais acaba sendo alvo para as pessoas que almejam a perfeição (não falo da perfeição utópica, e sim como uma metáfora para o que a sociedade vê como muito bom).

Darei um exemplo bem próximo a mim. Uma pessoa que é bonita, inteligente e carismática acaba sendo alvo de criticas de outros que almejam a "perfeição" da mesma. E isso gera intrigas o bastante para manchar a "invulnerabilidade" dessa pessoa. Por isso acho que o argumento de Gracian é válido para esse capítulo. Quando se é tudo que os outros invejam, as vezes é bom não se expor tanto, pois o incomodo que isso gera nas pessas ao seu redor, acaba sendo mais forte do que a boa impreensão que se causa nos poucos que se têm interesse.

  1. Bem... acho q sair de cena é o melhor negócio....

    17-05-2004 11:48:08

  1. As frases do A Arte da Hipocrisia funcionam mesmo.

    17-05-2004 14:39:55

  1. Sábias palavras meu caro. Imagino que seus melhores textos vc naum pública nesse site, naum é mesmo?

  1. A maior prova que a perfeição incomoda, as pessoas que mais se destacam, são reconhecidas principalmente depois da morte, a humanidade naum permite que os gênios saibam a grandeza de sua capacidade em vida.

    17-05-2004 15:14:25

  1. Isso tudo começa na escola, quando as crianças ficam invejando lancheiras uns dos outros.

    17-05-2004 17:27:06

  1. Hey Orlando, na verdade é difícil eu escrever sem que seja aqui (a não ser nos trabalhos) mas como vê, sou inconstante por demais. E, hey, esse exemplo foi muito bom, assim como o do Marcel.

    17-05-2004 19:42:40

  1. ae rafael te adoro

    18-05-2004 00:05:03

Designer Webdesigner

Copyright 2010 Devaneios Gratuitos