Posted byTrunkael | Marcadores: , | às 05:30 |

Não, o filme não é ruim, mas é que ouço falar dele a 3 anos, e só agora que fui assistir. Sei lá, eu estava preparado para algo que mudaria minha vida. Diziam que Clube da Luta era uma mera cópia de Laranja Mecânica. Todos fizeram muito barulho sobre esse filme, e não atendeu minhas expectativas (que eram altíssimas). 

Um filme sobre condicionamento? 


Sim, e apenas isso. No começo achei que eles justificariam a violência, mas isso não aconteceu. A violência não foi justificada. Em certa parte achei que ele estava fingindo (tipo o Edward Norton em "As duas faces de um crime") mas também me enganei, era real, tinham conseguido mudar o garoto. Em outro momento pensei que ele se tornaria uma lenda, mais uma decepção. 


Mas como disse, o filme não é ruim, minha expectativas que estava muito alta, e me decepcionou.
Há partes extremamente interessantes, por exemplo a leiteria, tudo que se passa lá é muito interessante, o ambiente é muito massa, o esquema do leite drogado é magnífico. Outra parte muito massa é quando está no hospital (no final) e o médico e a enfermeira saem de trás da cortininha vestindo as roupas. 


Há muitas outras partes boas, mas o filme em si não ficou tão interessante quanto eu esperava.

  1. Putz... já eu prefiro Laranja Mecânica que Clube da Luta. Mas é uma coisa que eu pensei depois que assisti o filme... acho que gostei dele pq o assisti sem orientação nenhuma. Assisti sem esperar coisa nenhuma... por isso gostei tanto.

    11-04-2004 08:36:11

  1. Bom Lara, não sei oq dizer, achei o LM vazio, não há uma ideologia que nos faça repensar nossa vida, já no Clube da Luta...

    11-04-2004 23:54:47

  1. Mas não considero um filme vazio simplesmente porque ele não me faz repensar a vida como um todo... Ele tem aspectos mto interessantes, como por exemplo o poder que temos de escolher o que vamos ser. Bom, mau, o que for... Mas gostar mais de um que de outro é questão de gosto mesmo...

    12-04-2004 13:33:24

  1. Moloko plus vellocet é uma das coisas que faz a vida valer a pena =PPP O filme não tem como objetivo ter uma ideologia que faça a gente repensar nossas vidas. Na verdade, é pretensioso demais isso, partindo de um filme... Cada pessoa absorve o que consegue, no momento, por difusão. Talvez o foco principal do Clockwork seja criticar sua época, que apesar de não ser tão diferente da nossa, já se foi. A violência era rara em filmes, você deve saber das histórias de censuras pelo mundo, e ela só servia pra isso, para dar um ar de realidade... Não há o que ser justificado. No Fight Club, na minha opinião, a violência não se justifica também... Para que justificar? Agora acho que você devia experimentar Barry Lyndon, para ver que rumo o Kubrick tomou...

    12-04-2004 20:59:21

Designer Webdesigner

Copyright 2010 Devaneios Gratuitos