Posted byTrunkael | Marcadores: , | às 07:49 |

Curiosidade. Era o único defeito que possuia. Definitivamente, o único defeito de Franklin Richards.
Não havia pergunta sem resposta, esse era o seu lema. Já havia descoberto que o ovo veio primeiro por questões de pressa, que a razão da vida era viver e que a galinha queria ir para o outro lado da rua somente para chegar ao outro lado.

Mas faltava-lhe duas respostas. Deus existe? E se existe, de onde veio Deus?

Procurou os maiores mestres, os mais inteligentes e sábios:
- Deus existe, mas não cabe a nós, tolos seres humanos, saber de onde, como, por quê e quando ele veio.
Procurou os homens que acreditam no poder da mente - telepatas e afins - e aqueles que conseguiam poder com isso:
- Se Deus não existia, agora existe, porque todo mundo acredita nele, saca? Então ele veio do nosso poder e nós viemos do dele, sacou?
Procurou as crianças, pois é delas o reino dos Céus:
- Papai do Céu existe sim, moço. E veio do Céu. Tá vendo ele? Ali, ó!
Andou por países desenvolvidos, por lixões, por cemitérios, por grandes empresas, por feiras, mercados, shoppings, parques, transatlânticos.
E procurou os cegos, que podiam ver com o espírito:
- Me diz onde você está que eu te digo onde está Deus.
Perguntou aos loucos, que viviam em uma outra realidade aversa a nossa - cuja mente partilhava de um outro mundo:
- Claro que existo. Eu sou Deus e vim do Tremembé.

Correu, andou, saltou, pedalou, dirigiu, sobrevôou.
O que ele conseguiu em vinte anos de procura foi a certeza de que Deus existia de alguma forma.
Porém, só uma pessoa saberia da onde Ele veio.
Ele mesmo. Em Pai, Filho e Espírito Santo.
Foi por isso que Franklin Richards se matou.

Chegando no Limbo, lugar de julgamento, perguntou ao anjo da Secretária Geral:
- Sei lá. Do Céu, quem sabe. Mas você vai pro Inferno: foi suícidio.
- Só me deixa falar com o home - pediu Franklin, e foi atendido.

Chegou até Deus, enfim. Era uma luz branca, brilhante, irrecusável.
- ó Pai, de onde viestes? - perguntou Franklin.
- Sei lá, filho - respondeu Deus - Quando acordei já estava aqui.

Franklin saiu, decepcionado, mesmo depois de Deus dizer que estava ali por ele e por todos os outros - que só por isso Estava, sem ter Vindo.

Foi jogado no Inferno.

Na Secretária Geral, perguntou ao demônio:
- E você, ao menos, sabe da onde veio Deus?
- Do Céu, talvez. Devia perguntar aos humanos e anjos, sou um pobre diabo - e ele concluiu, perguntando - Você sabe de onde o grandão veio?

Com uma expressão de sabedoria superior, Franklin respondeu:
- Não vai acreditar, velho. Ele veio do Tremembé.

  1. ow....vc quem di..heheheh nada a ver aki, valew por passar no meu blog... seu tah show! valeww...flwww

    02-02-2004 20:32:13

  1. Hohoho, eu ainda acho esse um dos melhores contos do Duanne.

Designer Webdesigner

Copyright 2010 Devaneios Gratuitos