Posted byTrunkael | Marcadores: , | às 03:03 |

Mal poderia descrever aquele sentimento. Estava ocupado, fazendo as mesmas coisas de sempre, um serviço chato, mas pelo menos o tempo passava mais rápido do que se estivesse atoa. E ela entrou no estabelecimento. 


Em um segundo a viu entrar. No seguinte olhou para o monitor do computador novamente, como se isso não fosse real, como se não tivesse acontecendo, ou simplesmente como se não fosse importante aquele momento. 

E no próximo segundo olhou para ela novamente. Ela, entrou esbanjando aquele jeito tímido e intimidador, forçando um sorriso em seus lábios, em seus olhos, que não poderiam mentir, e nem omitir seus sentimentos.

Olhos que refletiam a luz que ela propagava. Ela se aproximou, comprimentou como de costume. Iria simplesmente entregar algo, e logo iria embora. Ele tentou puxar algum assunto, que possivelmente não tinha nexo, ou que pareceu uma brincadeira. Não importava. Tinha a visto novamente, tinha ouvido sua doce voz novamente. Era tudo que precisava naquele dia.

  1. Acho que me lembro da cena e agora finalmente consegui me situar no tempo. Eu trabalhava na Prefeitura e era platonicamente apaixonado por Everlany, irmã de minha colega de trabalho, a Lucinéia Tom.

    Esse foi um de meus amores platonicos mais infrutíferos, a unica coisa que aprendi é que você deve observar a opção sexual da menina antes de se apaixonar por ela.

    Fato engraçado da época: Mandei uma carta de intenções pra moça,LOL

Designer Webdesigner

Copyright 2010 Devaneios Gratuitos