Posted byTrunkael | Marcadores: , | às 02:34 |

Se alimentando da dor, da angustia, e já confundindo os erros com virtudes. Ele continuou a andar, iludindo-se com um pouco de esperança, mas no fundo sabia que nada era real, e que os erros que via as pessoas cometendo, refletiam os seus, e com certeza os seus eram maiores, eram defeitos grotescos, e de tão acostumado com eles, já fazia parte dele. As outras pessoas o olhariam, e não reparariam, parecia uma pessoa normal, até bonita, mas por dentro estava morrendo, sendo comido pela sua própria angustia. Ele sabia como parar com isso tudo. Sabia como melhorar, mas tinha medo, sempre teve medo. Nunca se perdoou, sempre reclamou, mas nunca mudou nada, e continuou assim por toda vida, e morreu sem ter conseguido viver.

  1. Só mais um dos vários posts melancólicos, pelo que parece eu tinha uma tendência meio gótica na época.

Designer Webdesigner

Copyright 2010 Devaneios Gratuitos